Forum Endometriose - 2012, 2013 & 2014
October 21, 2014, 10:00:05 PM *
Welcome, Guest. Please login or registre.

Login with username, password and session length
News: ACESSE A NOSSA PESQUISA SOBRE TEMPO DE ESPERA PARA CONSULTAS!!!
 
   Home   Help Search Login Register  
Pages: [1]   Go Down
  Print  
Author Topic: cisto folicular no ovario direito  (Read 130027 times)
Nanda
Newbie
*

Karma: +0/-0
Offline Offline

Gender: Female
Posts: 1


« on: February 02, 2007, 12:37:00 PM »

gostaria de saber se alguem ja tomou dimetrose cápsulas 2,5mg para cisto ovariano folicular
tenho um cisto de 90cm³ (normal 3 a 9cm³), sinto muita dor, e comecei a tomar este medicamento como uma ultima opção pra diminuir meu cisto.Alguém operou de cisto ovario mesmo depois de tomar esse medicamento DIMETROSE? alguém ja passou por este problema, sinto que engordei 500gr usando este remedio, por favor se alguém puder me ajudar!
Tenho 25 anos, tenho 1 filho de 3 anos e meio, uso dil, e ainda tinha ovarios policisticos!
Logged
cas
Hero Member
*****

Karma: +7/-4
Offline Offline

Posts: 1353


"Bons amigos são bons para sua saúde."


« Reply #1 on: February 07, 2007, 12:40:07 AM »

O dimetrose tem a funcao de tentar diminuir os cistos. Quem tem endometriose nos ovarios, chama-se endometriomas. no seu caso voce falou que tinha Ovarios Pol. e agora cisto ovariano folicular... eu nao sei se sao as mesmas coisas...
Se vai diminuir ou nao, infelizmente soh o tempo dira. Mas, converse e questione mais o seu medico a respeito, para que todas as suas duvidas sejam sanadas, e quais as alternativas de tratamento que podem ser feitas no seu caso em particular. Fale com ele tambem a respeito das dores continuas, e peca um medicamento especifico para dor enquanto faz o tratamento. A cirurgia mais usada nos casos de endometriomas eh a videolaparoscopia, que pode ser realizada apos qualquer tratamento. A indicacao da cirurgia, claro ira depender de como os seus ovarios estarao apos o tratamento.Sucesso e um grande abraco!

gostaria de saber se alguem ja tomou dimetrose cápsulas 2,5mg para cisto ovariano folicular
tenho um cisto de 90cm³ (normal 3 a 9cm³), sinto muita dor, e comecei a tomar este medicamento como uma ultima opção pra diminuir meu cisto.Alguém operou de cisto ovario mesmo depois de tomar esse medicamento DIMETROSE? alguém ja passou por este problema, sinto que engordei 500gr usando este remedio, por favor se alguém puder me ajudar!
Tenho 25 anos, tenho 1 filho de 3 anos e meio, uso dil, e ainda tinha ovarios policisticos!
Logged

Cas
Comunidade "Endometriose Sem Limites"
http://www.orkut.com/Main#Community.aspx?rl=cpp&cmm=2207951
cas
Hero Member
*****

Karma: +7/-4
Offline Offline

Posts: 1353


"Bons amigos são bons para sua saúde."


« Reply #2 on: February 07, 2007, 12:46:12 AM »

Artigo retirado do site: http://www.lincx.com.br/lincx/saude_a_z/saude_mulher/cisto_ovario.asp

"Os ovários são dois órgãos do tamanho de uma amêndoa, que ficam nos dois lados do útero. Eles produzem os óvulos e os hormônios femininos (estrógeno, progesterona e outros). Crescimentos chamados cistos podem se formar dentro, sobre ou fora do ovário. Os cistos são sacos preenchidos pôr material fluido ou semi-sólido. É comum encontrar cistos de ovário em mulheres em idade fértil. Tomar hormônios não causa cistos. Os cistos raramente são cancerosos.

Mulheres com maior chance de ter cisto de ovário:

Idade entre 20 e 35 anos
Tomam um medicamento para epilepsia chamado Valporate. (Nota: Não pare de tomar este ou qualquer outro medicamento receitado sem consultar o seu médico.)
Mulheres com endometriose, moléstia inflamatória pélvica (MIPA) ou distúrbios alimentares como a bulimia.
Sinais e sintomas

Na maioria das vezes, os cistos ovarianos são inofensivos e não causam sintomas. Quando há sintomas, estes incluem:

Sensação de preenchimento ou inchaço do abdome
Ganho de peso
Dor fina constante em um ou ambos os lados da pelve
Dor durante a relação sexual
Menstruação atrasada, irregular ou dolorosa
Aumento de pêlos no rosto
Dor abdominal pontiaguda forte, febre e/ou vômitos. Estes podem ser causados pelo sangramento, rompimento ou torção de um cisto
Existem 3 tipos básicos de cistos ovarianos:

Cisto folicular e de corpo lúteo. O cisto folicular é o cisto que se forma quando o folículo que libera o óvulo aumenta e se enche de fluido. O cisto de corpo lúteo é uma massa de tecido amarelado que se forma a partir do folículo, após a ovulação. Estes dois tipos de cistos aparecem e desaparecem a cada mês e fazem parte do funcionamento normal dos ovários, e portanto não necessitam de tratamento.

Cisto simples (cisto folicular que não se rompeu, sem a consequente liberação do óvulo). É o tipo de cisto mais comum. Sua formação está relacionada a variações do funcionamento normal do ovário. Eles se formam, pôr exemplo, quando um óvulo, durante a ovulação, não consegue se desprender do ovário como deveria. Podem durar de 4 a 6 semanas. Raramente secretam hormônios.

Cistos anormais, ou cistos neoplásicos. Estes cistos são decorrentes do crescimento de células e são benignos na maioria das vezes. Em casos raros, podem ser cancerosos. Os cistos anormais requerem tratamento médico. Exemplos incluem:
Cisto dermóide: cisto formado pôr vários tipos de tecidos, como células de gordura, cabelos, dentes, pedaços de osso e cartilagem.
Ovários policísticos: são causados pela formação de múltiplos pequenos cistos que provocam um desbalanceamento hormonal, podendo causar irregularidade menstrual, crescimento de pêlos no corpo e infertilidade.
Detecção

Você pode descobrir que tem um cisto de ovário através de:

Exame ginecológico. O seu médico pode apalpar os ovários e descobrir a presença de anormalidades.
Ultra-sonografia. As ondas sonoras formam imagens dos órgãos internos, permitindo a sua visualização através de um instrumento que é colocado sobre o abdome ou introduzido na vagina
Laparoscopia. Um pequeno procedimento cirúrgico que permite ao médico ver as estruturas dentro do seu abdome.
Tratamento

O tratamento do cisto ovariano depende de:

Tamanho e tipo do(s) cisto(s)
Sua idade e se você está em idade fértil ou se você já entrou na menopausa
Vontade de ter filhos
Estado geral de saúde
Gravidade dos sintomas
Alguns cistos desaparecem após 1 ou 2 meses sem qualquer tratamento. Em outros casos, pode-se tentar tratamento com hormônios para suprimir o cisto. Se o cisto não responder ao tratamento, pode ser necessária a realização de cirurgia para removê-lo. Se o cisto for descoberto precocemente, pode ser removido sem retirar o ovário. Algumas vezes o ovário precisa ser removido e a cirurgia podem incluir a remoção das trompas de Falópio e também do útero.

Perguntas a fazer

Você tem dor abdominal intensas, febre e vômito?

Você apresenta alguma das alterações abaixo, sem nenhuma outra causa conhecida?
Inchaço ou sensação de abdome cheio
Menstruação irregular atrasada ou dolorosa
Dor durante a relação sexual
Dor ou desconforto constante em um ou ambos os lados da pelve
   
Dicas de autocuidado

Diminua o consumo de cafeína
Faça o exame ginecológico regularmente de acordo com a recomendação do seu médico.
Tome um medicamento para a dor receitado pelo seu medico"
Logged

Cas
Comunidade "Endometriose Sem Limites"
http://www.orkut.com/Main#Community.aspx?rl=cpp&cmm=2207951
cas
Hero Member
*****

Karma: +7/-4
Offline Offline

Posts: 1353


"Bons amigos são bons para sua saúde."


« Reply #3 on: February 07, 2007, 01:01:06 AM »

Retirado do site do Hospital Sao vicente de Paulo - http://www.hsvp.com.br/scripts/click_doencas_cod.php3?codigo=100021

"Os cistos ovarianos se assemelham a bolhinhas preenchidas por líquido. Costumam ser benignos e são comuns nas mulheres em idade reprodutiva, isto é, naquelas que ainda menstruam.

Quais são os tipos mais comuns de cistos de ovário?

Cistos funcionais (cisto folicular e cisto de corpo lúteo):são os mais freqüentes. Formados a partir do funcionamento normal dos ovários, este tipo de cisto desaparece, na maioria das vezes, depois de dois a três meses. Como estes cistos são formados durante o processo de ovulação, raramente ocorrem em mulheres na menopausa ou em crianças. Normalmente não é necessário nenhum tipo de tratamento.

Cistos dermóides (teratomas): são cistos preenchidos com vários tipos de tecidos do organismo, que podem conter em seu interior estruturas como cabelo, gordura, ossos, cartilagem e outros. Podem ocorrer em qualquer idade e, eventualmente, se tornar malignos. O tratamento é a retirada do cisto por cirurgia. ·

Endometriomas: são também conhecidos como "cistos de chocolate". Aparecem quando o endométrio (camada interna do útero) adere ao ovário. O tratamento, na maioria das vezes, é cirúrgico. ·

Cistoadenomas (seroso e mucinoso): são tumores benignos que se desenvolvem a partir das células que recobrem o ovário. Podem atingir grandes tamanhos e o tratamento é cirúrgico.

· Cistadenocarcinomas (seroso e mucinoso): são tumores malignos que também se desenvolvem a partir das células que recobrem os ovários. Muitas vezes apresentam áreas sólidas no seu interior. O tratamento é cirúrgico; eventualmente precisa ser complementado com quimioterapia.

Como são formados os cistos funcionais? A maioria dos cistos aparece devido ao funcionamento normal dos ovários. O cisto de ovário mais comum é o chamado cisto funcional. A cada mês, durante o ciclo menstrual da mulher, uma pequena estrutura cística chamada folículo se forma no interior do ovário. Quando este folículo se torna maduro, se rompe e o óvulo é liberado. O corpo lúteo (também chamado de corpo amarelo) é formado a partir do folículo vazio e, se não ocorre gravidez, ele normalmente involui e desaparece. Quando o folículo em desenvolvimento, por razões desconhecidas, retém muito líquido e atinge tamanho maior que 2 cm é chamado de cisto folicular. Os cistos de corpo lúteo, como o nome indica, são formados a partir do corpo lúteo que, ao invés de ser absorvido, sofre uma transformação cística.

Quais são os sintomas dos cistos ovarianos? Na maioria das vezes, os cistos de ovário não causam qualquer sintoma. Mas quando presentes, pode surgir:
· dor na região inferior do abdômen;
· dor durante a relação sexual;
· sensação de plenitude no abdômen;
· irregularidade menstrual;
· dor durante a menstruação.
É importante saber que estes sintomas são raros e não caracterizam a existência de cisto de ovário, sendo, portanto, muito mais freqüentes em outras doenças.

Se os cistos ovarianos não causam sintomas, como é feito o diagnóstico? O meio mais comum diagnosticar o cisto de ovário é através do exame ginecológico anual. O médico pode perceber, ao toque vaginal, um aumento de um ou ambos os ovários e solicitar exames complementares para uma melhor avaliação. A ultra-sonografia transvaginal, realizada no interior da vagina, é um dos principais exames para avaliar as características dos cistos de ovário. Permite avaliar o tamanho do cisto e se existem áreas sólidas no seu interior, o que ajuda a determinar o tipo de cisto. Entretanto, a ultra-sonografia não define com certeza se o cisto é benigno ou maligno. A laparoscopia permite visualizar diretamente o cisto através de pequenas incisões no abdômen e, se necessário, retirá-lo. A vantagem dela sobre a cirurgia convencional é o menor tempo de recuperação e internação, além de deixar uma pequena cicatriz.

Apesar de todos estes exames ajudarem na avaliação dos cistos ovarianos, o diagnóstico definitivo só pode ser feito através do exame histopatológico (através do microscópio, pelo médico patologista), após sua retirada.

Se o diagnóstico definitivo só é feito através do exame histopatológico, todos os cistos devem ser retirados? Não. Na maioria das vezes, quando se tem quase certeza que o cisto é funcional, isto é, pequeno e sem áreas sólidas no seu interior, a mulher ficará em observação durante três a seis meses. Em alguns casos, é indicado o uso de anticoncepcional oral. O anticoncepcional, que impede a ovulação, não permite a formação de novos cistos funcionais. Como esses cistos tendem a regredir em um a três meses, a presença de um cisto ovariano após três meses de uso de anticoncepcional requer, muitas vezes, sua extirpação.

Existem algumas situações em que, independente das características do cisto, é necessária uma conduta mais agressiva, com a retirada do cisto, pelo risco de malignidade. Nestes casos, a possibilidade destes cistos serem funcionais é mínima e o diagnóstico definitivo pelo médico patologista é necessário nos casos abaixo:
· cisto com áreas sólidas no seu interior (ex.: vegetações);
· crescimento anormal do cisto;
· cisto ovariano em crianças e adolescentes que não menstruaram ainda;
· cisto ovariano em mulheres na pós-menopausa.

Como é o tratamento? Quando há suspeita de que o cisto não é funcional, o tratamento é cirúrgico, geralmente com a retirada do cisto ou de todo o ovário. O tipo de cirurgia varia de acordo com a idade da paciente, o tamanho e as características do cisto, e o desejo de uma gravidez futura. Nos casos em que o cisto é maligno, uma cirurgia mais ampla pode ser necessária.

Os anticoncepcionais orais servem para tratar os cistos de ovário? Não. Os anticoncepcionais orais não são utilizados com a finalidade de tratar os cistos ovarianos, e sim para definir se um cisto é funcional ou não. Os cistos de ovário são extremamente freqüentes nas mulheres em idade reprodutiva. São, na maioria das vezes, benignos, não necessitando de tratamento. Como os cistos de ovário raramente causam sintomas, é importante que toda mulher vá regularmente o ginecologista. Apesar de raramente o cisto de ovário ser um câncer, sempre existe esta possibilidade. Quanto mais precoce for feito o diagnóstico, maiores as chances de cura."

Fonte retirada: medcenter.com
Logged

Cas
Comunidade "Endometriose Sem Limites"
http://www.orkut.com/Main#Community.aspx?rl=cpp&cmm=2207951
bianca
Newbie
*

Karma: +0/-0
Offline Offline

Posts: 11


« Reply #4 on: February 08, 2007, 12:18:59 PM »

ola meu nome é bianca tenho 26 anos ,levei 4anos p/ descobrir á doença passei na mão de varios médicos inesperiente até encotrar o doutor plinio que é chefe do setor de ginicologia  do hmsf ,eu me cuido com ele desde 2004 que então passei por 2 cirurgia no mesmo ano ,a 1 retiraram o apendice e uma parte do ovorio esquerdo e tambem calterisaramos focos que estavam em todo abdomemdepois disso me passaram 3 dose de zoladex sem resultado nenhum fui p/ 2 cirurgia com obstrução intrstinal ,ai então me passaram um diu chamado mirena que eu usei por um ano e meio tambem com pouquicimos resultado voutei a sentir muitas dores todo o tempo ,com muita in,fecçães ai então descobriram um cisto no outro ovario de 9cm sem falar nos outros que estavam atrais do utero ,trompa eabdomem voutei a ter obstrução intestinal  ,ai de novo fui p/ 3cirurgia que foi no dia 1 de novembrode2006 com a retirada das trompas e do ovari e um ligamento que vai do utero p/ o intestino com perfuração no entestino,meu medico falou que minha endometriose é do tipo ifiltrativa e mt profunda ,agora estou tomando a 2 dose da zoladex faltam 4 ñ aguento mais tudo isso a medicação parese ñ fazer efeito,eu ñ me conformo pois sou uma paciente obediete ,eu ja tenho uma filha menos mal,  meu medico diz que vai comigo ate o fim .depois disso tudo tiveram que retirar o diu por causa de uma infcção no utero e só p/ finalisar o dr. descobriu mais um foco pois a doença estar muito avançada .eu ñ vou nem falar nas perdas materias que são muitas mais apesar de tudo peço força a deus p/ conceguir continuar.
Logged
cas
Hero Member
*****

Karma: +7/-4
Offline Offline

Posts: 1353


"Bons amigos são bons para sua saúde."


« Reply #5 on: March 20, 2007, 11:43:27 PM »

Bianca, continua na luta querida. Caminhar com a endo nao eh facil mesmo, mas possivel. Deus te abencoe. Sucesso no tratamento !
Logged

Cas
Comunidade "Endometriose Sem Limites"
http://www.orkut.com/Main#Community.aspx?rl=cpp&cmm=2207951
carol pg
Newbie
*

Karma: +0/-0
Offline Offline

Posts: 1


« Reply #6 on: June 09, 2007, 05:30:07 AM »

ola bianca!!!!!!
eu sofria de colicas menstruais desde os 17 anos, sempre que ia ao Hospital era buscopan na veia e casa. Depois de varios medicos, e 9 anos depois tive um sangramento anal e foi diagnosticado por ecocolonoscopia e video uma endometriose profunda. Precisou 9 anos e uma quase hemorragia anal para descobrirem o que era. Eu fiz tratamento com Zoladex 4 meses , fou horrivel, e não adiantou nada. O meu CA125 deu o dobro depois do tratamento. A minha endometriose tambem "era" profunda , digo era pq eu creio no Deus que me criou e é graças a ele que estou forte e firme. Fui escrava dos remédios durante 10 anos. Eu tomava um para dor, que afetava o estômago, outro p o estômago que afetava o figado e etc. Até que eu tomei uma decisão na minha vida. estou a quase dois anos sem tomas absolutamente nasa, nem remedio para dor de cabeça. e posso te falar que eu não mais crises agudas de colica, não tenho mais sangramento anal , nem hemorragia vaginal, somente um leve desconforto. Faço aompanhamento na Sta Casa de sao paulo, é dificil e demorado. Ainda não consegui retorno para laparoscopia. Mas eu creio que Deus tem um proposito para tudo isso. Enquanto isso, vou crendo e tentendo engravidar, isso dura ha 4 anos, mas estou firme. O que devemos fazer é não nos tornarmos escravas da adoença, não é facil, mas não é impossivl. Deus criou a mulher para procriar. Sabe, as vezes achamos ate injusto , tantas mulheres querendo ser mães e não conseguem , ou por enfermidade ou outra coisa, enquanto muitas tem essa bênção e não valorizam isso. Mas tudo so acontece com a vontade permissiva de Deus. È nele que eu confio , não desmerecendo os Medicos nunca,m porque eles estão ai para nos ajudar, mas o medico dos medicos é maior fdo que todos esses problemas. E eu creio que assim como eu , todas vcs da comunidade, vc tambem, sera (seremos) curadas, no tempo de Deus. Quando ele quiser e não quando nos quisermos.
Tenha fé minha querida , converse com Deus, abra o seu coração , não desista. Tudo o que acontece na nossa vida é para nosso crescimento. Eu creio que a benão de eu ser mae ainda não veio porque Deus esta me preparando para algo tremendo.
A cura está proxima, confie e va em frente.
Não existe cura sem dor
e com a dor ha o crescimento
e com o crescimento ha a vitoria
Creia!!!!!!!!!!!
Logged
ANA EMILIA
Newbie
*

Karma: +0/-0
Offline Offline

Gender: Female
Posts: 11


« Reply #7 on: June 23, 2007, 02:28:47 PM »

Eu após o uso do dimetrose engordei 15kg, agora já emagreci 10 . Fiquei cheia de acnes , mas eu tive um cisto folicular o melhor que não era de endometrioma , pois na primeira cirurgia tirei um ovário e uma trompa e na segunda retirei apenas o cisto agora estou muito bem . E sempre acredite e confie em Deus, pois ele foi crucificado para nos salvar . E creia que para Deus nada é impossível. Fica na paz do senhor. 
Logged
malino
Newbie
*

Karma: +0/-0
Offline Offline

Posts: 1


« Reply #8 on: June 01, 2009, 04:01:08 PM »

quero saber se mesmo depois q fas a cirurgia a mestruaçao e normal atrasar ??
Logged
cas
Hero Member
*****

Karma: +7/-4
Offline Offline

Posts: 1353


"Bons amigos são bons para sua saúde."


« Reply #9 on: June 01, 2009, 04:29:16 PM »

Contate seu GO, o cirurgião que fez esta cirurgia e marque consulta e tire suas dúvidas.




quero saber se mesmo depois q fas a cirurgia a mestruaçao e normal atrasar ??

Logged

Cas
Comunidade "Endometriose Sem Limites"
http://www.orkut.com/Main#Community.aspx?rl=cpp&cmm=2207951
Marias
Newbie
*

Karma: +0/-0
Offline Offline

Posts: 1


« Reply #10 on: June 06, 2009, 12:34:11 PM »

Tenho exames feitos e por escritas na carta:

Status pós histerectomia ( Já não tenho útero )

"Observámos várias formações líquidas agrupadas que no seu conjunto medem cerca de 82x41x58mm, na região central pélvica com uma ou outra formação semelhante mas de menores dimensões direita, medindo cerca de 24.5mm, podendo estas formações estarem relacionadas com a existência de quistos foliculares e foliculos dominantes dos ovários."

Podia exclarecer esta carta se é grave ou não ? Por favor ajuda
Logged
cas
Hero Member
*****

Karma: +7/-4
Offline Offline

Posts: 1353


"Bons amigos são bons para sua saúde."


« Reply #11 on: June 07, 2009, 11:57:31 PM »

Marias,

"O diagnóstico, de certa forma, é um exercício de comparação: o médico precisa confrontar os dados que reuniu (através da anamnese, do exame físico e dos exames complementares) com as informações disponíveis a respeito das diversas doenças existentes."

A FÓRUM da Abend nao tem este intuito. Nao somos medicos. Somos portadoras de endometriose e leigas na medicina. Como portadoras de endo podemos apenas palpitar, dar opinioes pessoais no caso alheio.

Ao fazermos um exame e/ou cirurgia é necessario a leitura do diagnóstico deste pelo seu medico, para que seja elaborado um tratamento efetivo para o seu caso.

"Achismos", nao cabem aqui como opiniao medica.

Entendemos a ansiedade, o nervosismo acerca dos exames que fazemos; sendo esta mais uma razao para entrar em contato somente com seu medico, e assim ficar tranquila e ser esclarecida de fato.

Abraço, Cas



Tenho exames feitos e por escritas na carta:

Status pós histerectomia ( Já não tenho útero )

"Observámos várias formações líquidas agrupadas que no seu conjunto medem cerca de 82x41x58mm, na região central pélvica com uma ou outra formação semelhante mas de menores dimensões direita, medindo cerca de 24.5mm, podendo estas formações estarem relacionadas com a existência de quistos foliculares e foliculos dominantes dos ovários."

Podia exclarecer esta carta se é grave ou não ? Por favor ajuda
Logged

Cas
Comunidade "Endometriose Sem Limites"
http://www.orkut.com/Main#Community.aspx?rl=cpp&cmm=2207951
Pages: [1]   Go Up
  Print  
 
Jump to:  

Powered by MySQL Powered by PHP Powered by SMF 1.1 RC3 | SMF © 2001-2006, Lewis Media Valid XHTML 1.0! Valid CSS!